Pedido de impeachment de Crivella é protocolado na Câmara de Vereadores do Rio

O pedido de impeachment do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, foi protocolado pelo vereador Átila Nunes (MDB-RJ) na manhã desta segunda-feira (9). O pedido de impedimento por “crime de responsabilidade” deverá ser analisado quando a Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro voltar de recesso.

Segundo Nunes, Crivella vem tomando uma série de medidas que favorecem integrantes da Igreja Universal – a mais recente foi a reunião com 250 pastores evangélicos no qual o chefe do Executivo municipal oferece vantagens e prioridades para cirurgias de catarata e pagamento de IPTU.

Durante a tarde desta segunda-feira, vereadores de oposição se reuniram na Câmara Municipal para definirem estratégias para convocação de uma sessão extraordinária, já que a casa está em recesso.

Pelo menos nove estiveram presentes no encontro, preparando um documento para ser entregue ao presidente da casa, Jorge Felippe. Segundo o vereador Paulo Pinheiro, até as 15h10 desta segunda pelo menos 13 vereadores teriam se comprometido a assinar o ofício.

O documento pede a convocação extraordinária da Câmara para apreciar em plenário “possível infração político administrativa e crime de responsabilidade do prefeito Marcelo Crivella”.

Estavam presentes na reunião os vereadores Leandro Lira, Teresa Berger, Brizola Neto, Reimont, Paulo Pinheiro, Tarcísio Motta, Babá, Fernando William e Renato Cinco.

Ainda assim, ele se comprometeu a abrir sessão extraordinária quando o pedido com 17 assinaturas de vereadores chegar à Mesa Diretora.

“O prefeito Marcelo Crivella criou uma crise institucional. Não se pode usar a máquina pública para beneficiar um grupo privado”, disse a vereadora Teresa Berger (PSDB).

“Como é possível um prefeito prometer para os integrantes da sua igreja passar à frente na fila de cirurgias? Isso é a corrupção do sistema de saúde do Rio em favor de um grupo religioso”, afirmou o vereador Paulo Pinheiro (PSOL).



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>